Ir para página principal

Estudos acadêmicos

 

O Instituto de Filosofia e Teologia Dom João Resende Costa (IFTDJ)

 

O Instituto de Filosofia e Teologia Dom João Resende Costa da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais foi criado em agosto de 1987 e inicialmente funcionava nas dependências do prédio 20 no campus Coração Eucarístico. A sua missão residia na formação dos futuros presbíteros para a Arquidiocese de Belo Horizonte e da Província eclesiástica. Essa missão se realizava através dos cursos de Filosofia e Teologia.

Mais tarde, em 1989, foi criado o CEFAP – Centro de formação de agentes de pastoral – com o intuito de qualificar a missão evangelizadora dos leigos. No ano        iniciou-se a especialização em Ciências da Religião exigindo uma pequena ampliação física das dependências do IFTDJ.

Com a chegada de Dom Walmor Oliveira de Azevedo, novo Arcebispo de Belo Horizonte, em 2004, começou a ser vislumbrado um novo horizonte para o IFTDJ. Esse deveria ser mais audacioso em sua missão: formar novos presbíteros para a Arquidiocese de Belo Horizonte, para a Província eclesiástica, mas também para a Igreja no Brasil; ajudar na qualificação da missão evangelizadora dos leigos; auxiliar a missão da PUC Minas na realização dos valores humanísticos e éticos explicitados pelo Evangelho; contribuir significativamente com a ação evangelizadora da Arquidiocese de Belo Horizonte e com a Igreja no Brasil em especial com a CNBB e mesmo com as demandas da Igreja a nível internacional; ajudar através do ensino, da pesquisa e da extensão a nossa sociedade brasileira na promoção da vida humana; favorecer a formação dos Diáconos Permanentes e suas esposas.

Para conseguir empreender tão desafiador e esperançoso horizonte, o IFTDJ passou por importantes mudanças como a reinstalação do espaço físico no prédio 4 do campus Coração Eucarístico em 2008. Essa mudança geográfica para o coração da Universidade sinalizava uma mudança cultural mais profunda: maior interação com os saberes e instâncias universitárias; maior qualificação dos processos acadêmicos e institucionais do IFTDJ; maior capacidade de responder aos desafios contemporâneos.

Dessa forma, os 3 Departamentos do IFTDJ se robusteceram mais:

·         Departamento de Filosofia – reelaboração do Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Filosofia; Revisão das ementas das matérias de Filosofia I e II ofertadas em todos os cursos da PUC Minas; Eventos, produções, pesquisa e extensão ampliados; Revista Sapere Aude com conceituação B1. Em 2014, o Curso de bacharelado em Filosofia alcançou nota 4 em 5 pelo MEC.

 

·         Departamento de Teologia – Reconhecimento civil pelo MEC em 2012 do Curso de bacharelado em Teologia com nota 4 em 5. Avanço na Pesquisa, como a inserção de professores no FIP e de alunos no PROBIC e Extensão. Desde o ano de 2010, este Departamento abrigou o Curso de Teologia da Escola Diaconal São Lourenço.

 

·         Departamento de Ciências da Religião – Este Departamento é reconhecido pela grande qualificação de seu corpo docente formado por pesquisadores com muitas publicações em revistas conceituadas, participação em eventos científicos nacionais e internacionais e acompanhamento de teses e participação em bancas. Possui os programas de Mestrado com nota 4 em 7   e desde o início do ano de 2016 também o programa de Doutorado em Ciências da Religião. Abriga a Matéria Cultura Religiosa I e II presente em todos os Cursos da PUC Minas. Possui a conceituada Revista Horizonte com nota A1, única na área com esta nota de excelência no Brasil.

Além desses três Departamentos, o IFTDJ sedia desde o ano de 2011 o ANIMA – Sistema avançado de Formação. Esse possui seis setores:

1.      CEFAP – Centro de formação de agentes de pastoral. Foi criado em 1989 e agrupado no ANIMA. Procura capacitar leigos da Arquidiocese de Belo Horizonte para a ação pastoral-evangelizadora.

 

2.      CEGIPAR – Centro de geoprocessamento de informações e pesquisas pastorais e religiosas. Utilizando técnicas matemáticas e computacionais, subsidia a Arquidiocese de Belo Horizonte em suas ações evangelizadoras e administrativas.

 

3.      PASTORAL UNIVERSITÁRIA – Contribui para a realização da missão da PUC Minas.

 

4.      NESP – Núcleo de estudos sociopolíticos. Criado em 2005 e incorporado no ANIMA. Dedica-se à educação política visando a construção do bem comum e a promoção da justiça e da paz.

 

5.      NEPAC – Núcleo de Estudos e Pesquisa em Pastoral da Cultura – Organismo dedicado ao estudo e à pesquisa das várias expressões da cultura brasileira com o objetivo de subsidiar, através de cursos, publicações, assessorias e outras iniciativas, a Pastoral da Cultura na Igreja do Brasil.

 

6.      OBSERVATÓRIO DA EVANGELIZAÇÃO – Consolida-se como núcleo de referência em pesquisa, estudo e intercâmbio sobre a ação evangelizadora da Igreja.

 

Como se pode observar, o IFTDJ encontra-se num processo de mudanças para ajudar a Igreja a melhor responder aos desafios contemporâneos.

Além de buscar a excelência acadêmica e técnica, o IFTDJ procura cultivar uma forte dimensão humana, espiritual, comunitária e pastoral nas suas relações.

Essa riqueza humana, fraterna e do saber é fruto da comunhão eclesial e está disponibilizada a todos e jorrando como manancial à nossa sociedade no favorecimento da dignidade humana.