Ir para página principal

Apresentação

“Fica conosco, Senhor, pois já é tarde. E Jesus entrou para ficar com eles.”
(Lc 24, 29)

 

“O Convivium Emaús é importante unidade eclesial na Arquidiocese de Belo Horizonte, a serviço da formação de discípulos missionários, para a vida sacerdotal e nos diversos serviços de anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, particularmente pelo Ministério da Palavra, fortalecendo a Rede de Comunidades, trabalhando por seu crescimento em número, articulando programas de formação, troca de experiências e formação.” (Diretório pastoral para os ministério ordenados, p. 100)

 

HISTÓRIA 

 

Dom Antônio dos Santos Cabral, o primeiro Arcebispo de Belo Horizonte, por zelo pastoral e compromisso de oferecer ao amado Povo de Deus sacerdotes santos e pastores bons, fiel ao seu dever de Pastor, fundou o Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus, em 15 de março de 1923. Tudo começou na Rua Rio Grande do Norte, nº 300, uma pequena comunidade de seminaristas. Finalmente, pela coragem de Dom Cabral, a magnífica sede, inaugurada em 1930, hoje é o campus principal da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Uma história na formação de homens sacerdotes e cidadãos marca a vida da Igreja e da sociedade.

As dificuldades vividas no pós-Concílio Vaticano II, 1962-1965, escassearam o número de vocacionados à vida sacerdotal. Um tempo de crise. O Seminário Coração Eucarístico de Jesus deixou aquela magnífica sede: eram poucos os seminaristas; um pequeno apartamento foi suficiente para um recomeço em tempos de grandes mudanças. Já em 1975, o Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus começa uma nova etapa de sua história de serviço eclesial retomando a formação de sacerdotes, dom para a Igreja e para a sociedade. Uma casa nova se constrói, nas vizinhanças da primeira sede já ocupada pela PUC Minas, na Avenida 31 de março, no Bairro Coração Eucarístico de Jesus. A graça de Deus que chama vai tocando o coração de muitos jovens que vão dizendo o seu sim. O empenho e apoio de Dom João Resende Costa, segundo arcebispo, e de Dom Serafim Cardeal Fernandes de Araújo, terceiro Arcebispo, recordando Dom Arnaldo Ribeiro, reitor e bispo-auxiliar na Arquidiocese, sustentaram o caminho do Seminário, fazendo-o florescer e escrever sua história, parte importante na vida da Arquidiocese de Belo Horizonte.

A comunidade do Seminário cresce. Precisa de mais espaço, e comunidades são instaladas noutros lugares da cidade de Belo Horizonte. Esse crescimento continua, as necessidades aumentam, e o sentido da existência de um Seminário, Coração da Arquidiocese, pupila dos olhos do Arcebispo, o primeiro servidor, faz novas indicações e pede novas respostas.

 

UM TEMPO DE NOVAS RESPOSTAS 

 

Dom Walmor Oliveira de Azevedo ouviu os apelos e, conhecendo as necessidades, depois de cinco anos de reflexão, diálogos, discussões e debates, com o apoio e comprometimento da grande família do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus, contando com a ajuda de sacerdotes, religiosos, leigos, evangelizadores, homens e mulheres de boa vontade, abençoou, sob a proteção de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira do Estado de Minas Gerais, a Pedra Fundamental da nova sede do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus, em 19 de junho de 2009.

 

O SEMINÁRIO

 

É um espaço em que os candidatos ao ministério ordenado na Arquidiocese de Belo Horizonte serão qualificados para melhor servir o Povo de Deus, identificando-se como discípulo missionário, especialista em relacionamento e mistagogo. Para tanto, além das casas de formação do Seminário Arquidiocesano Coração Eucarístico de Jesus – SACEJ, o Convivium Emaus conta também com:

Reitoria do SACEJ: instância responsável por articular, qualificar e atualizar todo o processo de formação dos futuros presbíteros;

Residência Cura d’Ars para padres: local em que os padres da Arquidiocese que atingiram a maturidade plena podem estar acolhidos e cativar a convivência fraterna;

Espaço de Espiritualidade e Formação de Ministros da Palavra: espaço de formação permanente para ajudar Ministros da Palavra a fortalecer e fecundar esse ministério;

Centro de Formação e Atividades da Juventude: disponibilização de espaços e programas em harmonia com o Secretariado Arquidiocesano da Juventude – SAJ;

Capela Coração Eucarístico de Jesus (aberta ao público): igreja à disposição de todo o Povo de Deus para celebrações e momentos de espiritualidade, em comunhão com a Paróquia Bom Pastor e comunidades paroquiais da Arquidiocese;

Cúria da Região Episcopal Nossa Senhora da Esperança: lugar de articulação dos trabalhos pastorais da Rense, região em que o Convivium Emaús está localizado;

Residência do bispo da Rense: residência do bispo que acompanha a região;

Serviço de Animação Vocacional: ambiente acolhedor e propicio para o aprofundamento e realização de atividades visando aprofundar a consciência vocacional nas comunidades, em especial nos jovens;

Dessa maneira, assim como os discípulos de Emaús, os futuros presbíteros estarão com o coração ardente junto do Mestre, ouvindo o que Ele tem a dizer, caminhando e ceando com Ele, unidos à Virgem Maria, Mãe e modelo do discipulado, aprendendo a se configurar à imagem de Cristo Bom Pastor.

 

ARQUIDIOCESE DE BELO HORIZONTE. Diretório pastoral para os ministérios ordenados: servidores do Povo de Deus. doc. 8. Belo Horizonte: Arquidiocese de Belo Horizonte, mar. 2016.